Empreendedorismo jovem: 5 dicas para abrir seu negócio

Empreendedorismo jovem: 5 dicas para abrir seu negócio

Tornar-se um empreendedor no Brasil pode oferecer muitas vantagens, especialmente para quem está saindo do mercado de trabalho como funcionário para abrir o próprio negócio.

Os principais atrativos são a possibilidade de trabalhar com o que ama e poder investir tempo e dinheiro na própria empresa. No entanto, dar o pontapé inicial para um negócio de sucesso não é tão simples. É preciso identificar oportunidades, planejar e ter coragem para se arriscar em algo novo.

E para facilitar sua entrada no empreendedorismo jovem, separamos algumas dicas que são cruciais para o sucesso do seu negócio. Vamos lá?

1. Não tenha medo de se arriscar

O primeiro passo é sempre o mais importante do trajeto. É preciso ter coragem para abandonar a comodidade de ser empregado e partir para o empreendedorismo. Porém, antes de se arriscar, é preciso ficar atento às oportunidades e escolher o ramo certo.

Uma dica importante é segmentar seu público. Um exemplo: focar seu negócio no ramo de vestuário em moda jovem ou feminina, plus size, masculino, infantil etc.

2. Planeje-se antes de começar

A construção de um bom plano de negócios no empreendedorismo jovem é um dos pontos-chave para evitar surpresas indesejáveis. Ao tomar a iniciativa, o primeiro passo é realizar uma análise do mercado que você vai se inserir, pesquisando qual o perfil dos seus futuros clientes e quem serão seus concorrentes e fornecedores.

Além disso, é necessário refletir em como o seu produto ou serviço se encaixa nesse mercado e quais são seus diferenciais.

Também é importante ter no papel os aspectos básicos para a estruturação da sua empresa: localização, instalações e equipamentos, capacidade de atendimento, número de funcionários e tarefas que serão desempenhadas, além de um plano financeiro com previsão de despesas, receitas, capital etc.

3. Jamais deixe as finanças de lado

É importante controlar de perto suas receitas e despesas. Assim, você vai saber identificar quais gastos podem ser evitados e otimizar os lucros. Outra dica importante é fazer um controle rigoroso do seu estoque e nunca misturar as finanças do seu negócio com seus gastos pessoais.

Faça planilhas eletrônicas, utilize aplicativos como ferramentas de cálculo e, se possível, também contrate um contador para que você possa ficar em dia com impostos e outros encargos.

4. Tenha sede de aprender

Ser um empreendedor demanda muito mais do que ter uma boa ideia e disposição para trabalhar. É preciso ter noções de administração, contabilidade e saber como lidar com clientes, funcionários e fornecedores.

Se você não tem experiência ou não possui essas informações, não precisa entrar em pânico! Muito se aprende na prática e com bons cursos e livros. Existem várias fontes de informação e formação como sites na internet e instituições que também podem dar uma força nesse aprendizado.

Se você não sabe como fazer algo, pesquise e peça ajuda. É sempre importante estar aberto para aprender se você quiser fazer parte do empreendedorismo jovem.

5. Acredite em você

Esse tópico é um dos mais importantes. O empreendedorismo jovem pode ser um grande desafio, mas também um caminho de grandes conquistas. Se você tem uma boa ideia e disposição para trabalhar e aprender, então é capaz de fazer seu negócio dar certo.

Gostou dessas dicas? Assine a nossa newsletter e receba na sua caixa de entrada mais conteúdos sobre empreendedorismo jovem e outros assuntos que vão ajudar no seu negócio!

Receba tudo no seu email! Prometemos não enviar spam!

Confira também