Comida japonesa: vale a pena abrir um negócio?

Comida japonesa: vale a pena abrir um negócio?

O sonho de abrir um negócio próprio e virar um empresário de sucesso é cultivado por muitas pessoas. No entanto, é preciso foco, determinação e, acima de tudo, planejamento. É preciso ter o perfil de empreendedor para abrir e manter um negócio, e isso vale para qualquer setor, incluindo o cenário de quem pretende abrir um empreendimento na área de alimentação.

O ramo da comida japonesa, por exemplo, encontra-se em constante expansão, conquistando cada vez mais público no Brasil. No entanto, esse crescimento no mercado aumenta também o número de concorrentes. Por esta razão, é válido pesquisar como os restaurantes de cozinha oriental funcionam nesse ambiente.

Quer abrir um restaurante de comida japonesa? Veja se vale a pena abrir um negócio assim:

O que preciso saber para abrir um negócio de comida japonesa?

Algumas características são necessárias antes de fazer um bom investimento no restaurante de cozinha oriental. Fique por dentro de quatro delas:

Conhecer bem o mercado

Estudar o campo de atuação trará informações sobre o público consumidor da cozinha oriental, a faixa etária, as preferências das variedades do ramo e as classes sociais que mais consomem comida japonesa.

O estudo dos concorrentes deve ser feito com atenção, desde o cardápio oferecido aos valores de cada produto e serviço. Você poderá, assim, identificar oportunidades e diferenciais competitivos. Essa análise o ajudará, inclusive, no momento de pensar a localização do seu negócio.

Ter boas noções de gestão

Ter certas noções de empreendedorismo são necessárias antes de abrir seu negócio. Essas informações podem evitar falhas que comprometerão seu restaurante antes mesmo de ser investido no mercado.

Qual o papel de um gestor? Como transformar uma boa ideia em realidade? Como gerar valor? Um empreendedor deve saber responder a essas perguntas, além de nutrir características de liderança, iniciativa, persistência, criatividade e compromisso.

Reservar capital para investimento

Abrir um negócio sem capital inicial e de giro é um risco muito alto. Até que surjam os clientes, é preciso ter um dinheiro reservado para pagamentos obrigatórios.

Crie um plano de negócios, pois seguir os seus objetivos e metas te deixarão mais orientados a respeito do seu investimento. Sua proposta para o local demarcará o tamanho do restaurante, como o espaço será dividido, entre outras necessidades.

Ter afinidade com a comida

Conhecer a comida que oferece é muito importante. A fim de desenvolver mais afinidade com a cozinha oriental, é importante estudar suas ferramentas e matérias-primas. Fazer bons cursos é altamente indicado, assim como avaliar bem a procedência dos alimentos comprados.

O dono do estabelecimento também deve aprender sobre manipulação de peças, a qualidade nutritiva e gestão de estoque, mesmo que não vá ser o responsável direto por cada uma dessas atividades.

Quais são as possibilidades que esse ramo permite?

O ramo da cozinha oriental oferece possibilidades variadas de atuação.

Pode-se focar no rodízio, que é um dos ramos favoritos dos fãs de sushi; pode-se apostar no delivery e se valer daquele público que aproveita as delícias da comida oriental na correria do dia a dia ou não quer sair de casa. Ainda seria conveniente abrir uma temakeria, visto que os temakis, considerados o “fast food oriental”, vêm se popularizando especialmente entre os jovens.

Um empreendimento como este, seja qual o enfoque que você decidir seguir, terá ainda um grande apelo em um nicho especial entre os jovens: os chamados geeks ou nerds. A cozinha oriental carrega um laço cultural muito forte e valores agregados que aquele público gosta de vivenciar e cultivar.

Por isso, você ainda pode investir em um espaço temático, com refeições customizadas. Proporcionar uma decoração atraente, um clima descontraído e praticidade no atendimento fará com que o seu restaurante de comida japonesa será um tiro certeiro.

E então? Já se sente mais motivado a abrir um negócio de comida japonesa? Seja qual for o seu ramo, com o planejamento correto seu investimento pode transformá-lo em um empresário de sucesso.

Se esse post foi útil para você, curta a nossa página no Facebook e fique por dentro de muito mais!

Receba tudo no seu email! Prometemos não enviar spam!

Confira também