4 elementos chave para uma gestão contábil de uma loja de sucesso

4 elementos chave para uma gestão contábil de uma loja de sucesso

Muitos empreendedores donos de estabelecimentos comerciais perdem o sono frente à necessidade de lidar com assuntos como a gestão contábil de loja. Dúvidas sobre este assunto são muito comuns entre os empreendedores deste ramo espalhados por todo o Brasil.

Sendo assim, para que a gestão contábil de sua loja seja feita de maneira eficiente, é necessário entender alguns conceitos e algumas dicas utilizadas em grandes organizações, que podem ser perfeitamente aplicados em lojas de segmentos diversos.

Pensando nisso, resolvemos escrever este artigo contendo 4 elementos chave para auxiliar você a fazer a diferença no seu negócio por meio de um bom relacionamento com a contabilidade de sua empresa.

1. Separação das finanças da loja das pessoais

Muitos empreendedores fazem do estabelecimento uma extensão de suas residências — isso é comum! No entanto, é extremamente prejudicial ao perfeito funcionamento da empresa. As finanças do seu negócio são restritas exclusivamente a ele e, em nenhuma hipótese, devem se confundir com as finanças pessoais.

Imagine uma situação em que você precisa emitir um relatório detalhado de todos os custos fixos que sua loja possui, porém, ao fazer isso, percebe que junto a estes custos estão inclusas despesas pessoais, como conta de energia, de água, escola dos filhos, academia, compras mensais etc.

Torna-se impossível para a contabilidade fornecer informações precisas sobre o seu empreendimento, uma vez que nos relatórios estão contidos custos, despesas e até mesmo recebimentos que não fazem parte da operação da empresa.

2. Documentos e rotinas organizados

Imagine que você necessite de um documento pago para comprovar a quitação perante um fornecedor e sabe que este documento passou por suas mãos. Você mobiliza todo o pessoal para encontrar o comprovante de quitação, mas ele simplesmente sumiu, graças à falta de organização.

Documentos fiscais, comprovantes de pagamentos, relatórios contábeis e gerenciais devem ser organizados de modo que o acesso a eles seja imediato. Até mesmo porque a correria cotidiana não permite que você e seus colaboradores percam tempo de expediente com buscas intermináveis por documentos que poderiam estar devidamente organizados.

3. Adoção de um software de gestão contábil para loja

Assim que sua loja for crescendo, a demanda e a necessidade por uma organização melhor e eficaz aumentarão na mesma proporção. Para alcançar níveis altos de gerenciamento, é imprescindível a contratação de softwares de gestão para organizar processos feitos em planilhas manuais.

Alguns procedimentos internos que podem ser automatizados por meio de sistemas é a emissão de notas fiscais, faturas e boletos, controle de funcionários (horários, comissões e gratificações, por exemplo), controle de estoque, entradas de notas fiscais, dentre outros.

Quando a gestão contábil de loja está padronizada com softwares específicos para este fim, toda a comunicação entre a empresa e a contabilidade fica mais fluida e eficaz.

4. Controle das finanças do seu estabelecimento

Os relatórios contábeis essenciais à tomada de decisões refletem exatamente a realidade que é informada à sua contabilidade. Assim sendo, para ter informações corretas e precisas é necessário que você, enquanto gestor, forneça os dados reais sobre entradas e saídas de valores da sua loja.

Este controle financeiro somente poderá ser feito pelo proprietário e será encaminhado ao contador para que ele, possuidor do conhecimento e das ferramentas necessárias, preste as devidas informações ao fisco e aos proprietários. De posse destas informações, os responsáveis poderão fazer análises e tomar decisões mais acertadas.

Gostou deste artigo sobre gestão contábil de loja? Assine a nossa newsletter para ficar por dentro de todas as novidades, dicas e informações sobre esses assuntos.

Receba tudo no seu email! Prometemos não enviar spam!

Confira também