Conheça o perfil do cliente em um shopping

Conheça o perfil do cliente em um shopping

Os shoppings ou centros comerciais realmente caíram no gosto dos consumidores. Para se ter uma ideia, em 1998 existiam apenas 185, mas em 2016 esse número saltou para 503, segundo dados do IBOPE. Esses dados vieram acompanhados de mudanças no perfil do cliente e dos seus objetivos dentro desse locais, sendo necessário que os lojistas se adequassem para acompanhar essas novas tendências.

Para quem investe nesse segmento, encontra uma boa rentabilidade, mas, para se manter competitivo e conquistar o consumidor, é preciso conhecê-lo bem. Veja quem são e o que esperam os clientes de um shopping.

O perfil do cliente é de um público cada vez mais velho

Da mesma forma como a população está envelhecendo, os consumidores também estão. Atualmente, cerca de 29% dos consumidores possuem mais de 45 anos e em 2020 esse percentual deve chegar a 40%.

Para conseguir atender a essa clientela, será necessário investir em produtos direcionados às pessoas mais velhas, além de adequar a decoração e o atendimento.

O consumidor 3.0 já é uma realidade

O consumidor 3.0 é bem mais exigente, já que ele está cercado de informações. Por isso, o atendimento precisa ser ágil, eficiente e agradável para que esse consumidor não se importe em pagar um pouco a mais pelo produto ou pelo serviço.

Por ele estar sempre conectado, pode acabar com a reputação de uma empresa ou torná-la conhecida facilmente, compartilhando as suas opiniões em redes sociais. Conseguir satisfazê-lo vai exigir o acompanhamento constante das tendências e o investimento no overdelivering — prática que consiste em entregar algo a mais do que o cliente espera encontrar.

O nível de escolaridade está aumentando

Aproximadamente 48% do público que frequenta os shoppings possui nível superior. Isso os torna mais esclarecidos e mais certos do que desejam. Desse modo, por terem mais conhecimento, não será fácil fazer com que acreditem em qualquer coisa.

Falsas promoções ou disponibilizar um produto de baixa qualidade como se fosse o melhor do mundo vai apenas fazer com que eles se afastem. É preciso ser objetivo e trabalhar com transparência, visto que, quando sentem sinceridade por parte da empresa, esses consumidores ganham confiança nela.

O tempo dentro das lojas não é elevado

O perfil do cliente que frequenta os shoppings indica que, muitas vezes, eles vão a esses locais sem um objetivo específico de compra. Eles veem nesses espaços uma opção de lazer para simplesmente dar uma volta ou se reunir com os amigos.

Por conta disso, ter uma vitrine atraente e que encante os olhos atrai os consumidores, ainda mais se estiver combinada com um preço adequado. Eles são fisgados pelo encantamento e acabam consumindo produtos que nem imaginavam que comprariam. É nesse aspecto que ter um diferencial competitivo pode fazer toda a diferença.

O shopping tem servido como restaurante

Com praças de alimentação bastante diversificadas, muitos clientes acabam indo ao shopping apenas para comer. Uma das vantagens de ter diversas opções é que cada um pode escolher o que deseja, mesmo que se esteja em um grupo grande de amigos ou com a família.

Os restaurantes devem investir na qualidade dos alimentos, no atendimento e no marketing para conseguir atrair os clientes e fazer com que se tornem fiéis ao estabelecimento. O perfil do cliente do shopping tem mudado, mas, apesar disso, esse continua sendo um grande centro de compras e de lazer que tende a crescer nos próximos anos.

E você? Consegue identificar mais características do perfil do cliente que frequenta o shopping? Conta pra gente nos comentários.

Receba tudo no seu email! Prometemos não enviar spam!

Confira também