Marketing Sensorial: entenda a importância dessa estratégia

Marketing Sensorial: entenda a importância dessa estratégia

Você provavelmente já sentiu vontade de tomar um café ao passar perto de um lugar que exalava o aroma fresquinho da bebida. No cinema, é possível que você tenha comprado alguma coisa para comer mesmo sem estar com fome, pois foi atraído pelo cheiro irresistível da pipoca amanteigada. Todos esses detalhes são trabalhados no marketing sensorial.

O que é marketing sensorial?

É uma estratégia de marketing muito utilizada pelas empresas que tem como foco principal estimular o consumidor por meio dos sentidos: olfato, paladar, tato, visão e audição. Na realidade, o nosso cérebro é constantemente estimulado pelos sentidos. Tudo o que vemos, ouvimos, cheiramos ou tocamos cria conexões cerebrais, causa sentimentos e sensações diversas que podem influenciar as nossas ações. O marketing sensorial é uma técnica que tem a ciência como parceira.

Como o marketing sensorial funciona na prática?

Existem diversas maneiras de trabalhar o marketing sensorial para atrair mais clientes para a sua empresa. O estímulo sensorial da visão é o mais explorado por esse tipo de marketing. Uma loja de roupas e acessórios de moda pode investir em uma decoração diferenciada para expor peças em manequins de forma que apresente um look completo com a combinação de joias ou bijouterias.

Quando o consumidor vê uma sequência de sugestões harmoniosas, pode se identificar com uma peça apenas ou com o conjunto inteiro, pois ele se imagina usando aqueles itens. O apelo visual causa um impacto muito forte e marcante nas pessoas.

Essa exposição pode acontecer tanto na vitrine quanto em pontos estratégicos no interior da loja. É muito comum o consumidor se surpreender com a beleza de um artigo que está bem-arrumado no manequim, quando a mesma peça não despertou nenhum desejo de compra quando estava pendurada na arara, por exemplo. A composição da vitrine e a roupa no corpo do manequim são ferramentas que tornam possível atrair pelos olhos.

De acordo com o tipo do seu negócio, é possível trabalhar com outros sentidos, por exemplo: a mesma loja de roupas que explora o estímulo visual pode investir no estímulo do olfato, audição e tato. É importante fazer testes para analisar quais as estratégias estão promovendo resultados melhores e atraindo o consumidor.

Como estimular o consumidor por meio de outros sentidos

Você pode escolher um tipo de aroma para usar diariamente no ambiente da sua empresa e agradar os consumidores através do sentido do olfato. O nosso cérebro associa cheiros agradáveis a sensações prazerosas. Além de promover bem-estar, pode fazer com que o cliente permaneça mais tempo na sua loja.

Para estimular a audição, que tal investir em um sistema de som para criar um clima aconchegante no ambiente? Selecione músicas que transmitem positividade e otimismo. O volume do som deve ser bem baixinho: um fundo musical bem discreto, pois o barulho pode incomodar e confundir o nosso cérebro.

Para quem trabalha com produtos, é possível estimular o tato dos clientes criando situações que permitam com que eles toquem o produto, sintam a textura do tecido de uma blusa, a maciez, a leveza. Diversos especialistas afirmam que esse contato aumenta as chances do cliente comprar.

O lado bom de investir em uma estratégia de marketing sensorial é que não existem regras prontas. Você é quem vai descobrir a melhor técnica que poderá ser aplicada para atrair o seu público, de acordo com o tipo do seu negócio.

Quer saber mais sobre soluções inovadoras de marketing para a sua empresa? Curta a nossa fan page no Facebook e receba todas as atualizações em seu feed de notícias!

Receba tudo no seu email! Prometemos não enviar spam!

Confira também