5 indicadores de desempenho para medir o sucesso da sua loja

5 indicadores de desempenho para medir o sucesso da sua loja

Você já ouviu falar em KPI? Esta sigla se refere a um termo em inglês: Key Performance Indicator. Em outras palavras, são “indicadores-chave de desempenho”, métricas que utilizamos para identificar o desempenho de uma empresa em diversos aspectos, como produção, vendas, entrega, custos, receita, desperdício. Por meio das informações obtidas com esses indicadores, você pode tomar decisões mais embasadas e desenvolver estratégias de melhoria.

Neste post, vamos apresentar 5 dos principais indicadores de desempenho que você precisa conhecer e aplicar à sua loja.

1 – Número de visitantes

Vamos começar com o número de visitantes, porque é um dos indicadores de desempenho mais básicos. Trata-se de monitorar quantas pessoas passam pela sua loja diariamente. Existem algumas ferramentas disponíveis no mercado para realizar este cálculo, ou você pode fazer estimativas a partir de anotações dos funcionários.

Visto de maneira bruta, este número pode não dizer muito. Porém, você pode analisar este KPI para descobrir, por exemplo, em quais dias da semana e quais horários sua loja recebe mais visitantes. Esse tipo de informação é importante até mesmo para definir a escala de trabalho dos seus funcionários, evitando que haja ociosidade por causa de uma distribuição inadequada do pessoal.

2 – Taxa de conversão

Mas afinal de contas, o que realmente importa não é quantas pessoas entram na loja. O que importa é: destas pessoas, quantas realmente compram alguma coisa? A relação entre visitantes/compradores é o KPI que chamamos de “taxa de conversão”, geralmente expresso em porcentagem.

Se esta porcentagem estiver muito baixa, ela indica que a sua loja tem uma vitrine interessante, os produtos expostos agradam ao cliente, mas lá dentro ela não oferece o que ele está procurando. Talvez os preços estejam altos, ou os produtos não estão bem organizados, ou não há um atendimento prestativo. Você terá que cavar mais para descobrir porque os visitantes não estão realizando compras na sua loja: realize uma pesquisa de opinião com eles.

3 – Ticket médio

É o valor médio que um cliente gasta ao realizar uma compra em sua loja. Muitas vezes, as lojas possuem uma boa taxa de conversão e fecham um número alto de vendas por dia. No entanto, estas vendas apresentam um ticket médio baixo, o que se reflete em uma receita aquém do esperado no final do mês.

Quando o KPI de ticket médio está baixo, você precisa pensar em maneiras de fazer cada cliente gastar mais dentro da loja. Você pode montar kits de produtos que combinam, oferecer descontos na compra da segunda peça ou parcelar em mais vezes as compras acima de um certo valor.

4 – Taxa de atração

Quando você vê uma campanha de marketing no Facebook, geralmente a empresa anunciante criou duas versões do mesmo anúncio: A e B. Ela alterna entre essas duas versões para identificar qual estilo atrai mais cliques. Então, aplica essa informação nas próximas campanhas.

O mesmo pode ser feito com a sua vitrine. Você pode desenvolver dois ou três designs diferentes, e testar cada um durante alguns dias. Observe em quais dias sua loja terá mais visitantes, e também o perfil deles, se são jovens, adultos, homens ou mulheres. Essas são informações relevantes que você poderá aplicar sempre que quiser aumentar a taxa de atração de um desses perfis para sua loja.

5 – Giro de estoque

O giro de estoque é um KPI mais prático. Ele diz respeito ao monitoramento da entrada e saída de itens do seu estoque. Com ele, é possível saber o tempo médio que um item permanece no estoque, antes de ser vendido.

A partir dessa informação, é possível desenvolver um controle melhor das compras de produtos para sua loja. O giro de estoque permite projetar quanto sua loja precisa comprar para atender à demanda, sem ficar com itens encalhados. Também ajuda a identificar de quanto em quanto tempo sua loja precisa renovar o estoque de certo item, ou seja, você pode programar as compras com boa exatidão para nunca ficar sem produtos.

Estes são os principais indicadores de desempenho para qualquer loja. Eles podem medir o sucesso do negócio e também apontar um caminho para impulsioná-lo. Compartilhe este artigo nas redes sociais, e ajude a divulgar este conhecimento essencial de administração a todos que trabalham no ramo do comércio.

 

 

Receba tudo no seu email! Prometemos não enviar spam!

Confira também